quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Rússia diz que vai reforçar presença na Abecásia

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que o país vai gastar quase US$ 500 milhões em 2010 para reforçar as suas bases militares na Abecásia, região separatista da Geórgia considerada independente pelos russos.
localização da Abecásia.

O anúncio foi feito na chegada de Putin à Abecásia para uma reunião com o governo local. O premiê afirmou que seu país está comprometido com a defesa e com a ajuda financeira do território na região noroeste da Geórgia.



bandeira da Abecásia.

A Abecásia e a Ossétia do Sul foram oficialmente reconhecidas pela Rússia como Estados independentes depois da rápida guerra entre Rússia e Geórgia há dois anos.

O conflito teve início no dia 7 de agosto de 2008, quando a Geórgia tentou retomar o controle das duas regiões. A Rússia reagiu rapidamente com uma invasão militar na Geórgia, que durou semanas.

Além da Rússia, apenas a Nicarágua reconheceu a independência da região depois do conflito. As duas áreas ainda são consideradas por muitos países como partes da Geórgia.

O reforço da presença militar russa na Abecásia e na Ossétia do Sul é considerado pela Geórgia uma violação clara de sua soberania.

O país disse que a visita de Putin demonstrou a tendência do primeiro-ministro russo de "desafiar as normas e principios de leis internacionais reconhecidos".

Sua presença na região é uma "tentativa de escalar as tensões no Cáucaso", afirma um comunicado do governo georgiano.

A Grã-Bretanha também criticou o anúncio de Putin, dizendo que ele vai em direção oposta aos esforços internacionais para amenizar as tensões entre as duas nações.

2 comentários:

Angel disse...

O que diachos é que a Rússia quer "invadindo" a Abecásia??? O que é que ela vai conseguir com isso?? Tem algo de valor lá?? Não consegui entender ainda esse objetivo!

Gustavo Borges disse...

A Rússia mantém a influencia política em região muito rica em hidrocarbonetos, só isso!!