quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A difícil de arte de ser professor.

Porque é tão difícil ser professor no Brasil? É culpa dos baixos salários, do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), das famílias separadas e omissas, da falta de educação doméstica, que não existe mais? Difícil dizer, mas o certo é que a arte de se educador, no Brasil, é uma batalha diária.

Tenho visto e acompanhado, diariamente, muitos casos de atrito entre alunos e professores em sala de aula, eu mesmo me envolvi em alguns! Buscando identificar as causas para esse "conflito", percebi que a culpa não é das crianças. Os grandes culpados pelo fracasso da nossa educação e, consequemente, da sociedade é a "nova família"! Vou lhes dizer o porque.
- A relação entre pais e filhos, hoje, é muito moderna. Os filhos não chamam pai e mãe de SENHOR ou SENHORA. Agora, é TU!;
- Pais que não dão o menor exemplo de educação, cordialidade, gentileza, civilidade e, sobretudo, respeito ao próximo;
- Pais e mães que não tem tempo para ir à uma reunião na escola, ou mesmo para conversar e brincar com os filhos, mas tem tempo de sobra para: jogar uma peladinha no final de semana, ir ao salão de beleza, à academia, ao shopping e etc. E tempo para o filhos? Melhor mudar de assunto!
É, não é fácil cuidar e educar os filhos de pais mal educados!
E a escola, onde fica nessa situação? Refém! Ela precisa do dinheiro dos alunos para se manter. E os professores? "Pagam o pato!"
Para construir uma sociedade forte, justa e menos corrupta é preciso, EDUCAR, urgentemente, as famílias dos nossos alunos. A grande responsável pela crise da educação no Brasil!

6 comentários:

Angel disse...

Meu caro amigo eu acho que difícil não é ser professor, afinal para ser professor basta passar o assunto em sala de aula, sem mais envolvimento.
Difícil mesmo é ser mestre, mestre sim é aquele que não só passa o assunto, mas educa o aluno, que se envolve...
É difícil, mas é preciso acreditar e seguir em frente...
Força sempre!!!!

Sidclay disse...

Certa vez ouvi uma frase: "a gente discute sobre deixar um mundo para nossos filhos, mas nunca discutimos sobre deixar melhores filhos para o mundo"... Acho que é por aí...

Daniel disse...

Meu caro amigo, concordo com tudo que você disse. Ao longo desses poucos anos de sala de aula temos visto comportamentos de pais simplesmente inacreditáveis. São pessoas completamente imaturas, infantis, que muitas vezes vejo tomando parte nas "briguinhas" dos filhos entre os colegas. Fico realmente preocupado por estar começando minha carreira docente e ver que a situação não tende a melhorar; pelo contrário, acho que a tendência é se agravar ainda mais quando esses nossos alunos de se tornarem os adultos de amanhã.

Pedro Cezar Mattos disse...

Não é fácil ser eduacador hoje em dia. Tem que gostar de lecionar mesmo.

Pedro Cezar Mattos disse...

Não é fácil ser eduacador hoje em dia. Tem que gostar de lecionar mesmo.

Monicky Oliveira disse...

Concordo Gustavo, atualmente
ser educador em um país como o Brasil é uma tarefa extremamente difícil, pois se está lidando com uma "geração coca-cola". Mas quem sabe um dia teremos melhores pessoas para torná-lo o mundo
melhor, acho que é isso.